fbq('track', 'AddToCart');

Traveling Manager

 

Orientação e organização de documentos e procedimentos necessários para levar o seu pet em viagens nacionais e internacionais.

 

Telefone:

(51) 3023-6787

Whatsapp:

(51) 99364-0778

Endereço:

Avenida Guaporé, 256, Petrópolis, Porto Alegre, RS - 90470-230

Email:

puppyshow@puppyshow.com.br

 

Leia abaixo os procedimentos necessários para alguns países:

 

Procedimentos para levar seu pet para a África do Sul

 

·                                 Implantação de microchip de identificação padrão ISO 11784-11785

·                                 Carteira de Vacinação atualizada (especialmente anti-rábica)

·                                 O animal deve ser tratado preventivamente contra echinococcus sp e carrapatos

·                                 Atestado veterinário comprovando que o animal está em condições de viajar e que foi tratado contra os parasitas citados acima

·                                 Realização de exames em laboratório autorizado: Babesia, Trypanossoma, Microfilárias, Brucelaose, Leishmania, Ehrlichia, Lyme e Dirofilaria

·                                 Import permit emitido  pelo governo de sul africano

·                                 Certificado Zoossanitário Internacional (CZI), emitido pelo Ministério da Agricultura

·                                 Animais só podem entrar na África do Sul como carga viva

·                                 Quarentena mínima de 14 dias para cães. Gatos não passam por quarentena.

 

Procedimentos para levar seu pet para a União Europeia

  • Implantação de microchip de identificação padrão ISO 11784-11785

·                                 Carteira de Vacinação atualizada (especialmente anti-rábica)

·                                 Teste de titulação de anticorpos contra a raiva 30 dias após vacinação.

·                                 Quarentena de 90 dias dentro do Brasil – o animal só pode viajar a partir do 91º dia, contando a partir da data de coleta do sangue para o exame de raiva

·                                 Atestado veterinário comprovando que o animal está em condições de viajar e que foi tratado contra parasitoses.

·                                 Certificado Zoossantário Internacional (CZI), emitido pelo Ministério da Agricultura Brasileiro

Compreendem-se como União Européia os seguintes países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Chipre, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Itália, Irlanda, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Países Baixos (Holanda), Polônia, Portugal, Reino Unido, República Checa, Romênia e Suécia.

 

 

Procedimentos para levar seu pet para a Austrália

 

O Brasil não está na lista dos países autorizados a enviar animais para a Austrália, sob nenhuma condição (por não ser considerado um país livre de raiva), portanto a única opção é que o animal permaneça em outro país autorizado por um período de 6 meses antes de embarcar para a Austrália. Mesmo cumprindo todas as exigências, algumas raças não são aceitas sob hipótese alguma, são elas: dogo argentino, fila brasileiro, tosa japonês, pit bull terrier ou american pit bull, presa canário, ou qualquer mistura destas raças.

 

Os países autorizados são: Alemanha, Antigua e Barbuda, Antilhas Holandesas, Aruba, Áustria, Argentina, Bahamas, Bélgica, Bermuda, Ilhas Virgens Britânicas, Brunei, Bulgária, Canadá, Ilhas Cayman, Chile, Chipre, Croácia, Coréia do Sul, Dinamarca, Emirados Árabes Unidos, Eslovênia, Espanha, Estados Unidos da América, Finlândia, França, Grécia, Greenland, Guam, Hong Kong, Hungria, Ilhas Malvinas, Ilhas Maurício, Ilhas Virgens Americanas, Israel, Itália, Jamaica, Kuwait, Luxemburgo, Macau, Malta, Países Baixos, Polônia, Portugal, Qatar, República Tcheca, Reunion, Sabah, Sarawak, Seychelles, St Kitts e Nevis, St Lucia, St Vincent Grenadin, Suíça, Trinidad e Tobago, Taiwan, Uruguai, Wallis e Futuna. Portanto se você quer viajar com seu animal para a Austrália, considere a idéia de deixar seu animal em um destes países durante 6 meses para que ele se qualifique para a viagem. Veja abaixo todos os procedimentos que devem ser feitos após estes 6 meses:

  • Implantação de microchip de identificação padrão ISO 11784-11785

·                                  

·                                 Cadastro do microchip junto a órgão internacional

·                                 Atestado de vacinação anti-rábica (após 91 dias de idade, o animal deve ter sido vacinado duas vezes, no intervalo superior a 30 dias). Cães devem ser vacinados contra cinomose, parvovirose, para-influenza e leptospirose (vacina V8), além de Bordetella bronchiseptica. Gatos devem ser vacinados contra panleucopenia, rinotraqueíte e calcivirus

·                                 Titulação de anticorpos contra a raiva em laboratório australiano autorizado

·                                 O animal deve ficar 6 meses em país que consta lista de países autorizados a exportar animais para a Austrália

·                                 Atestado veterinário comprovando que o animal está em condições de viajar

·                                 Após a coleta de sangue, o animal deve cumprir quarentena de no mínimo 65 e no máximo 150 dias antes de viajar.

·                                 Cães devem realizar exames de Brucelose, Leptospirose, Ehrlichiose e Leishmaniose. O animal deve ser vermifugado neste mesmo período.

·                                 Certificado Zoossanitário Internacional (CZI), emitido pelo Ministério da Agricultura do país em que o animal se naturalizou.

·                                 Import permit emitido pelo governo australiano, e reserva no centro de quarentena, sob o risco de que o animal seja mandado de volta caso não haja vaga.

·                                 O animal terá que cumprir quarentena na Austrália de no mínimo 30 (podendo ser de até 65) dias, em reclusão no centro de quarentena australiano. Quanto maior o tempo que o animal cumpriu de quarentena no país de onde veio, menor será sua quarentena na Austrália.

 

Procedimentos para levar seu pet para o Canadá

  • Implantação de microchip de identificação padrão ISO 11784-11785 (opcional)

·                                 Carteira de Vacinação atualizada (especialmente anti-rábica)

·                                 Atestado veterinário comprovando que o animal está em condições de viajar

·                                 Certificado Zoossanitário Internacional (CZI), emitido pelo Ministério da Agricultura Brasileiro (validade de 10 dias)

 

Procedimentos para levar seu pet para o Chile

  • Implantação de microchip de identificação padrão ISO 11784-11785 (opcional)

·                                 Carteira de Vacinação atualizada (especialmente anti-rábica)

·                                 Atestado veterinário comprovando que o animal está em condições de viajar

·                                 Tratamento contra parasitas internos e externos

·                                 Certificado Zoossanitário Internacional (CZI), emitido pelo Ministério da Agricultura Brasileiro

 

Procedimentos para levar seu pet para a China ou Hong Kong

  • Implantação de microchip de identificação padrão ISO 11784-11785

·                                 Cadastro do microchip junto a órgão internacional

·                                 Vacina anti-rábica (deve ter sido vacinado nos últimos 12 meses, mas deve haver um intervalo de no mínimo 30 dias entre a vacina e o embarque)

·                                 Comprovar vacinação polivalente (V10) em caninos e quádrupla em felinos.

·                                 Cães e gatos com menos de 2 meses de idade não podem viajar.

·                                 É proibida a entrada de algumas raças no país, são elas: Pit Bull Terrier, Fila Brasileiro, Tosa Japonês e Dogo Argentino

·                                 Quarentena de 15 a 30 dias na China ou em Hong Kong (pode ser quarentena residencial)

·                                 Atestado veterinário comprovando que o animal está em condições de viajar

·                                 Certificado Zoossanitário Internacional (CZI), emitido pelo Ministério da Agricultura Brasileiro

·                                 Import permit emitido pelo governo chinês.

 

Procedimentos para levar seu pet para Singapura

 

Singapura exige que os pets imigrantes fiquem em quarentena durante 30 dias na Sembawang Animal Quarantine Station. É necessária a realização de reserva na estação de quarentena com pelo menos 2 meses de antecedência, e emissão de import permit junto ao governo de Singapura.

  • Implantação de microchip de identificação padrão ISO 11784-11785 (opcional)

·                                 Carteira de Vacinação atualizada (especialmente anti-rábica)

·                                 Atestado veterinário comprovando que o animal está em condições de viajar

·                                 Tratamento contra parasitas internos e externos

·                                 Certificado Zoossanitário Internacional (CZI), emitido pelo Ministério da Agricultura Brasileiro

 

Procedimentos para levar seu pet para a Coréia do Sul

 

10 dias em quarentena na estação National Veterinary Research and Quarantine Service. É possível realizar visitas durante este período e até mesmo levar a ração preferida deles.

A Coréia não aceita animais como bagagem acompanhada, somente como manifest cargo.

  • Implantação de microchip de identificação padrão ISO 11784-11785 (opcional)

·                                 Carteira de Vacinação atualizada (especialmente anti-rábica)

·                                 Atestado veterinário comprovando que o animal está em condições de viajar

·                                 Tratamento contra parasitas internos e externos

·                                 Certificado Zoossanitário Internacional (CZI), emitido pelo Ministério da Agricultura Brasileiro

  • Reserva do espaço de quarentena junto à estação de quarentena

 

Procedimentos para levar seu pet para os Emirados Árabes

·                                 Implantação de microchip de identificação padrão ISO 11784-11785 (opcional)

·                                 Carteira de Vacinação atualizada (especialmente anti-rábica)

·                                 Titulação dos anticorpos da raiva realizado em laboratório aprovado pela Organização Internacional de Saúde

·                                 Atestado veterinário comprovando que o animal está em condições de viajar

·                                 Tratamento contra parasitas internos e externos

·                                 Certificado Zoossanitário Internacional (CZI), emitido pelo Ministério da Agricultura Brasileiro

·                                 Import permit emitido pelo próprio Ministério de Água e Meio Ambiente dos EAU

Raças proibidas

Os EAU proíbem a entrada de animais das seguintes raças:

·                                 Todos os tipos de Pit Bull

·                                 American Staffordshire Terrier

·                                 Tosa Japonês / Tosa Inu

·                                 Dogo Argentino / Mastiff Argentino

·                                 Fila Brasileiro / Mastiff Brasileiro

·                                 Qualquer cruzamento das raças acima listadas

·                                 Híbridos de lobos (cruzamento de lobo com qualquer raça de cão)

 

Procedimentos para levar seu pet para o Egito

·                                 Implantação de microchip de identificação padrão ISO 11784-11785 Emissão do atestado veterinário realizado por veterinário credenciado

·                                 Certificado Zoossanitário Internacional (CZI), feita no Ministério da Agricultura

·                                 Reconhecimento de firma do veterinário emissor do CZI

·                                 Legalização do CZI no Consulado do Egito

 

Procedimentos para levar seu pet para os Estados Unidos

·                                 Implantação de microchip de identificação padrão ISO 11784-11785 (recomendado, mas opcional)

·                                 Carteira de Vacinação atualizada (especialmente anti-rábica)

·                                 Atestado veterinário comprovando que o animal está em condições de viajar

·                                 Certificado Zoossanitário Internacional (CZI), emitido pelo Ministério da Agricultura Brasileiro

 

Procedimentos para levar seu pet para Israel

- quarentena de 8 dias somente quando são mais de dois animais ou quando eles viajam desacompanhados (como carga viva). Em caso de até dois animais acompanhados pelo dono não há quarentena.

·                                 Implantação de microchip de identificação padrão ISO 11784-11785

·                                 Carteira de Vacinação atualizada (anti-rábica no mínimo 30 dias antes de viajar)

·                                 Titulação dos anticorpos da raiva

·                                 Certificado Zoosanitário Internacional (CZI), emitido pelo Ministério da Agricultura

·                                 Declaração de o proprietário está com o animal a mais de 90 dias.

·                                 Notificação da chegada do animal às autoridades israelenses,

 

Procedimentos para levar seu pet para o Japão

·                                 Implantação de microchip de identificação padrão ISO 11784-11785 Cadastro do microchip junto a órgão internacional

·                                 Atestado de vacinação anti-rábica (após 91 dias de idade. O animal deve ter sido vacinado duas vezes, no intervalo superior a 30 dias)

·                                 Titulação de anticorpos contra a raiva, realizado em laboratório nos EUA (autorizado pelo Japão)

·                                 Quarentena de 180 dias dentro do Brasil – o animal só pode viajar a partir do 180º dia, contando a partir da data de coleta do sangue para o exame de raiva

·                                 Atestado veterinário comprovando que o animal está em condições de viajar

·                                 Certificado Zoossanitário Internacional (CZI), emitido pelo Ministério da Agricultura Brasileiro

·                                 Import permit emitido pelo Governo Japonês

 

Procedimentos para levar seu pet para a Malásia

  • Implantação de microchip de identificação padrão ISO 11784-11785

·                                 Atestado de vacinação anti-rábica

·                                 Atestado de saúde veterinário, atestando que o animal está em condições de viajar

·                                 Certificado Zoossanitário Internacional (CZI) emitido pelo Ministério da Agricultura

 

Procedimentos para levar seu pet para o Qatar

·                                 Implantação de microchip de identificação padrão ISO 11784-11785 (recomendado, mas opcional)

·                                 Carteira de Vacinação atualizada (especialmente anti-rábica)

·                                 Atestado veterinário comprovando que o animal está condições de viajar

·                                 Certificado Zoossanitário Internacional (CZI), emitido pelo Ministério da Agricultura Brasileiro

·                                 Import permit emitido pelo Departamento de Recursos Animais do Qatar

 

Procedimentos para levar seu pet para a Suíça

 

Animais que desembarcarem em países membros da União Européia e depois se dirigirem à Suíça por vias terrestres não necessitam de nenhuma documentação adicional. Microchip de identificação padrão europeu

·                                 Cadastro do microchip junto a órgão internacional

·                                 Carteira de Vacinação atualizada (especialmente anti-rábica)

·                                 Titulação de anticorpos contra a raiva (30 dias após vacinação)

·                                 Quarentena de 90 dias dentro do Brasil – o animal só pode viajar a partir do 91º dia, contando a partir da data de coleta do sangue para o exame de raiva

·                                 Atestado veterinário comprovando que o animal está em condições de viajar

·                                 Certificado Zoossanitário Internacional (CZI), emitido pelo Ministério da Agricultura Brasileiro

·                                 Animais com a orelha e/ou cauda amputadas não terão entrada permitida (a menos que seja apenas por um curto período de tempo, como em feriados de final de ano acompanhados do tutor ou se o tutor estiver de mudança para a Suíça, ou ainda se o animal teve de amputar por motivos médicos comprovados)

·                                 Import permit emitido pelo Bundesamt für Veterinärwesen (órgão federal veterinário)

 

Procedimentos para levar seu pet para a Suécia

 

-Animais provenientes do Brasil, ao chegarem à Suécia, devem permanecer em quarentena restritiva durante 120 dias.

·                                 Implantação de microchip de identificação padrão ISO 11784-11785

·                                 Carteira de Vacinação atualizada (especialmente anti-rábica)

·                                 Teste de titulação de anticorpos contra a raiva (30 dias após vacinação)

·                                 Quarentena de 90 dias dentro do Brasil – o animal só pode viajar a partir do 91º dia, contando a partir da data de coleta do sangue para o exame de raiva

·                                 O animal deve ser tratado preventivamente contra echinococcus sp e carrapatos

·                                 Atestado veterinário comprovando que o animal está em condições de viajar e que foi tratado contra os parasitas citados acima

·                                 Certificado Zoossanitário Internacional (CZI), emitido pelo Ministério da Agricultura Brasileiro

 

Procedimentos para levar seu pet para a Noruega

 

Animais provenientes do Brasil, ao chegarem à Noruega, devem permanecer em quarentena restritiva durante 120 dias.

·                                 Implantação de microchip de identificação padrão ISO 11784-11785

·                                 Carteira de Vacinação atualizada (especialmente anti-rábica)

·                                 Titulação de anticorpos contra a raiva (30 dias após vacinação)

·                                 Atestado veterinário comprovando que o animal está em condições de viajar, e que foi tratado preventivamente contra ectoparasitas e contra endoparasitas (especialmente o echinococcus)

·                                 Certificado Zoossanitário Internacional (CZI), emitido pelo Ministério da Agricultura Brasileiro

 

Procedimentos para levar seu pet para Trinidad & Tobago

 

- Animais provenientes do Brasil, ao chegarem a Trinidad & Tobadgo, devem permanecer em quarentena restritiva durante 180 dias.

- É possível diminuir esta quarentena de 6 para apenas 1 mês, para isso o animal precisa se naturalizar em um dos países permitidos (Alemanha, Áustria, Bahamas, Bermuda, Brunei, Canadá, Chile, Croácia, Coreia do Sul,  Dinamarca, Emirados Árabes Unidos, Espanha, Estados Unidos, França, Finlândia, Grécia, Greenland, Hong Kong, Hungria, Ilhas Cayman, Ilhas Malvinas, Ilhas Virgens Britânicas, Israel, Itália, Kuwait, Macau, Malásia Peninsular, Holanda, Antilhas, Portugal, República Tcheca, Reunion, Sabah, Sarawak, Seychelles, Suíça, US Virgin Islands, Uruguai). Para naturalizar-se em um destes países, é necessário morar durante 6 meses em um deles.

·                                 Implantação de microchip de identificação padrão ISO 11784-11785

·                                 Reservar espaço na quarentena com aproximadamente 5 meses de antecedência à viagem

·                                 import permit emitido pelas autoridades de Trinidad & Tobago

·                                 Notificar o Departamento Veterinário com pelo menos 24 horas de antecedência da sua chegada

·                                 Atestado de saúde veterinário, atestando que o animal está em condições de viajar

·                                 Certificado Zoossanitário Internacional (CZI) emitido pelo Ministério da Agricultura

 

 

Sobre a loja

A Pet shop e Clínica Veterinária Puppyshow é uma empresa familiar fundada em 2005 na cidade de Porto Alegre. Conta com um Centro Clínico que oferece atendimento Cirúrgico e Ambulatorial. O Banho e tosa é realizado em ambiente amplo e climatizado. A loja possui grande variedade de acessórios e trabalha também com venda de rações e medicamentos veterinários. Conta com adestramento para cães. Na creche os pets podem correr e brincar em um lugar projetado para isso. Tel: 51 3023 6787

Pague com
  • Depósito Bancário
  • Pagamento na entrega
Selos

Petshop e Clínica Veterinária Puppyshow Ltda. - CNPJ: 05.941.264/0001-63 © Todos os direitos reservados. 2017